Covid-19: taxa de transmissão aumenta 65% no DF e preocupa

Índice de contaminação chegou a 1,34 nesta segunda-feira (16) e não para de subir desde 26 de abril, quando taxa era de 0,81. Número indica que cada 100 pessoas infectadas podem transmitir doença para outras 134.

A taxa de transmissão da Covid-19 continua em alta no Distrito Federal e, nesta segunda-feira (16), chegou a 1,34. Para a Organização Mundial de Saúde (OMS) o número preocupa — pois quando a taxa está acima de 1 indica que a pandemia está descontrolada. Neste momento, um grupo de 100 pessoas podem infectar outras 134 na capital do país.

No boletim mais recente, a pasta notificou mais 2 óbitos. Uma das vitimas era do sexo feminino e a outra do sexo masculino. Além disso, os dois tinham idade acima de 60 anos, estavam internados em hospitais particulares e foram confirmados com algum tipo de comorbidade. Até o momento, 11.672 pessoas perderam a batalha contra o vírus no DF.

Números de diagnósticos no Distrito Federal

Em relação aos diagnosticados, 768 casos positivos foram registrados pela SES entre sábado e segunda — o boletim é publicado somente em dias úteis. Desta forma, o total de contaminados pelo novo coronavírus chegou a 699.575.

Além disso, a Secretaria de Saúde contabiliza que mais de 623 mil são moradores do DF, 36 mil de Goiás, 9 mil de outros estados e 30 mil estão em investigação.

De acordo com um levantamento feito pelo Correio, a média móvel de infecções está em 350 nesta segunda-feira (16/5), o que representa um aumento de 95% em relação a 14 dias atrás. Já a média móvel de óbitos está em 2 — isso representa um aumento de 25%, na comparação com o cálculo de 14 dias atrás.

 

Com informações de G1 e Correio

Comentários estão fechados.