Aglomerações como a do Bloco dos Raparigueiros, na foto, estão proibidos (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O secretário de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal, Bartolomeu Rodrigues, confirmou à imprensa, nesta terça-feira (5), que Brasília não deve ter carnaval em 2022. Com 41,96% da população totalmente imunizada contra a Covid-19, diz o secretário, “o cenário ainda não permite ter total segurança”.

Rodrigues diz que a secretaria está “com os dois pés no chão”. No entanto, o secretário lembra que a palavra final fica com o governador Ibaneis Rocha (MDB). À reportagem, Ibaneis disse que “ainda não decidiu”.

Questionado se há chance de esta decisão ser mudada após avaliação conjunta com o governador Ibaneis Rocha (MDB) e a Secretaria de Saúde, o chefe da pasta diz que sim, mas não crê que ocorra, de fato. “Não acredito nessa possibilidade, sou muito pé no chão nesse sentido”, ressalta.

Blocos avaliam cenários

Caio Dutra, diretor-executivo do No Setor, responsável por organizar o Setor Carnavalesco Sul, diz que, apesar de já ser outubro, ainda há muitas dúvidas a serem respondidas antes de se fazer o Carnaval no DF. “Temos dois planos que não dá nem para chamar de A ou B: um é para se houver uma mudança e ocorrer o Carnaval; e outro para caso não ocorra mesmo”, assinala.

Segundo Dutra, no entanto, não há muita expectativa para que a folia ganhe as ruas. “Do investimento que a gente faz para a nossa estrutura, cerca de 70% ou 80% do dinheiro é público. O setor privado ajuda, mas não dá para fazer só com eles”, comenta.

 

Com informações de G1 e Metropoles

 

Fique por dentro do que acontece em Brasília

Receba atualizações semanais.

Relacionados

Zoológico de Brasília recebe ursa ameaçada de extinção

O urso-de-óculos é a única espécie desse animal cuja ocorrência é na América do Sul. Atualmente, encontra-se ameaçada de extinção pela perda gradual de habitat, o que a torna dependente de esforços em cativeiro para não desaparecer

Mulher é esfaqueada e morre próximo ao metrô de Samambaia

O crime é investigado pela 26ª Delegacia de Polícia (Samambaia). Vítima tinha aproximadamente 30 anos

Jornada Zero Violência contra Mulheres e Meninas chega a Planaltina

Lideranças locais serão convidadas a conhecer e a replicar dados sobre ações e políticas do Governo do Distrito Federal (GDF), voltadas ao acolhimento e à proteção das mulheres, de seus familiares e até mesmo de seus agressores