Um vídeo de câmera de segurança mostra o momento em que os dois acusados de matar e desfigurar o rosto de Rubia Alves Ferreira, jogam a faca utilizada no crime dentro de uma lixeira e fogem em seguida. O caso ocorreu em 13 de agosto e os suspeitos, de 31 e 21 anos, foram presos na terça-feira (22/9). A vítima teve o corpo encontrado cinco dias depois pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) em um matagal no Parque Leão, no Recanto das Emas. As imagens foram obtidas pelo jornal CorreioBraziliense.

As imagens foram registradas à 1h da manhã do dia 13 de agosto, momentos depois do crime. No vídeo, a dupla chega de bicicleta a uma lixeira numa esquina, joga o artefato dentro de uma lixeira e fogem com a faca. Segundo as investigações conduzidas pela 27ª Delegacia de Polícia (Recanto das Emas), os dois encontraram a vítima e a levaram até o descampado, na promessa de que eles iriam consumir pedras de crack juntos. “Eles premeditaram o crime. Chegando ao local, um dos criminosos aplicou uma gravata na vítima e o outro passou a esfaqueá-la”, detalhou o delegado-chefe da 27ª DP, Pablo Aguiar.

Veja:

Motivo do crime

Segundo investigações, os dois teriam matado Rubia Alves por conta de um celular roubado de um dos suspeitos, que eles suspeitavam que ela tivesse roubado. Rubia morava e Luiziânia – GO e havia chegado em Samambaia há cerca de duas semanas. De acordo com as apurações dos policiais, ela estava se abrigando na casa de conhecidos e tinha problemas com drogas.

Na terça-feira (23) a dupla foi presa preventivamente em casa, na QR 512 em Samambaia. Os suspeitos confessaram o crime e contaram que o motivo foi o alegado roubo de celular.

Os dois suspeitos tem passagem pela polícia e foram encontrados durante as buscas em suas residências celulares que teriam procedência criminosa. O mais jovem, de 21 anos, tem passagem por tráfico de drogas e o outro, de 31 anos, já respondeu por roubo e homicídio anterior também com requinte de crueldade.

Com informações de CorreioBraziliense

Fique por dentro do que acontece em Brasília

Receba atualizações semanais.

Relacionados

Juiz determina o retorno das aulas presenciais na rede pública do DF

A decisão acatou a proposta do Ministério Público pedindo o retorno imediato retorno das aulas presenciais nas creches e escolas da rede pública do Distrito Federal

Ibaneis diz que não vê a hora da vacina sair “independente de onde venha”

O governador do DF fez a declaração após discussão sobre a compra da coronavac, desenvolvida pela China com convênio firmado com o Instituto Butantan para a produção

Professores alegam censura até em áreas exatas e biológicas no Colégio Militar de Brasília

Um professor de biologia do Colégio Militar de Brasília relatou que conteúdos sobre sexualidade de reprodução passaram a ser monitorados de perto pela direção