No último final de semana, uma operação coordenada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-DF) realizou 490 abordagens pessoais e cerca de 142 veículos fiscalizados em Ceilândia, Taguatinga, Recanto das Emas, Samambaia, Gama e Santa Maria. Com foco na redução de crimes contra a vida, a operação Quinto Mandamento sai às ruas há pouco mais de um mês em diferentes regiões do Distrito Federal.

Realizada de forma integrada, a operação reuniu as polícias Civil (PCDF) e Militar (PMDF), Departamento de Trânsito (Detran-DF) e Corpo de Bombeiros Militar (CBMDF) – e outros órgãos parceiros, como a Secretaria DF Legal e Departamento de Estradas de Rodagem (DER/DF).

Cento e cinquenta servidores participaram da operação. As abordagens da PMDF, em parceria com a PCDF, resultaram na abordagem de 490 pessoas, que tiveram os antecedentes criminais consultados. Trinta e cinco veículos foram abordados pelos policiais.

Bombeiros militares fizeram orientações aos estabelecimentos comerciais sobre a importância de manter em dia a documentação e cumprir exigências, como sinalização das saídas de emergência.

O Detran-DF, com apoio do DER/DF, montou barreiras nas cidades e consultou a situação de 97 veículos. Dois deles foram removidos ao depósito e houve uma autuação por estacionamento em lugar indevido. Três condutores estavam com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida.

Fiscalização

Quarenta e cinco estabelecimentos comerciais foram fiscalizados pelo DF Legal no fim de semana. Deste total, seis comércios apresentavam irregularidade e foram autuados.

Dezenove deles foram notificados, apenas um por falta do uso de máscaras. Cinco estabelecimentos foram orientados por fiscais da secretaria, por exemplo, sobre os cuidados necessários, como evitar aglomeração.

Os dias e horários das ações são determinados por meio de levantamentos das subsecretarias de Inteligência (SI) e de Gestão da Informação (SGI), ambas da SSP/DF. O foco das ações é a prevenção dos crimes relacionados aos homicídios, como afirma o subsecretário de Operações Integradas, coronel Márcio Vasconcelos.

“Atuamos na repressão ao tráfico de drogas e ao porte ilegal de arma, por exemplo, que estão diretamente ligados aos crimes violentos contra a vida, que englobam ainda latrocínios e lesões corporais seguidas de morte”, reforça o militar.

Com informações de SSP-DF

Fique por dentro do que acontece em Brasília

Receba atualizações semanais.

Relacionados

Enfim, chuva! Vídeos registram moradores comemorando a chegada da chuva no DF

Para “lavar a alma” do brasiliense, neste dia 21 de setembro algumas…

Dois suspeitos são presos pelo assassinato brutal no Parque Leão

Em agosto, Rúbia Alves Ferreira foi encontrada sem os cabelos e com o rosto desfigurado em um matagal do Parque Leão, no Recanto das Emas

Câmara do DF aprova isenção de ICMS sobre o Zolgensma, o remédio mais caro do mundo

A isenção beneficiará crianças com Atrofia Muscular Espinhal (AME) como é o caso da menina Kyara Lis, de Águas Claras. Ela precisa do remédio que hoje custa de R$ 12 milhões de reais para importá-lo