Policiais da 4ª Delegacia de Polícia (Guará) deflagraram a operação Toy Story 2, em alusão ao seu principal alvo, o traficante de apelido “Buzzlightyear” personagem icônico da série “Toy Story”, da Pixar.

O jovem de 21 anos foi preso em agosto deste ano acusado de ser um dos grandes fornecedores de “drogas gourmet” do DF. No imóvel, os agentes da 4ª DP localizaram porções de maconha, potes com óleo WAX (ou óleo de haxixe de butano), pólen de maconha, balança de precisão, THC, comprimidos de ecstasy e selos de LSD.

Nesta quinta-feira (10) os policiais encontraram um cofre cheio de dinheiro na residêcia de um suspeito apontado como sócio de BuzzLightyear. Ambos haviam se associado para vender drogas gourmet para usuários de alto poder aquisitivo no DF. Durante as buscas, foram encontrados R$ 21,3 mil em espécie.

BuzzLightyear é o apelido do jovem traficante que fazia entrega de “drogas gourmet”, incluindo maconha, ecstasy e LSD (Imagem: divulgação/PCDF)

Ação foi realizada pela 4ª Delegacia de Polícia (Guará) da PCDF (imagem: Henrique Terceiro/Brasiliaovivo)

Foram encontrados mais de R$ 21 mil em espécie na residência de um sócio (Imagem: divulgação/PCDF)

Segundo o delegado, o dinheiro tem grande chance de ser proveniente do tráfico. “O jovem, mesmo não tendo sido preso, é investigado pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. Somadas as penas podem alcançar 35 anos de prisão”, afirmou.

Com informações de Metrópoles

Fique por dentro do que acontece em Brasília

Receba atualizações semanais.

Relacionados

Vídeo mostra dupla se livrando da faca após matar mulher no Recanto das Emas

As imagens foram gravadas momentos depois de os criminosos matarem e desfigurarem o rosto de mulher no Recanto das Emas

Novacap abre licitação para reforma da Rodoviária Federal

Novacap lança edital para a contratação de empresa que vai realizar a impermeabilização da laje de cobertura do pavimento superior

Instituto Eu Ligo realizará o 53º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro

O edital prevê o festival entre os meses de novembro e dezembro