A diretoria colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou por unanimidade a extensão do prazo de validade da vacina da Janssen (Johnson & Johnson) contra a covid-19. O prazo passa de quatro meses e meio para seis meses, sob condições de armazenamento de 2°C a 8°C. 

A empresa Janssen-Cilag Farmacêutica solicitou, no último dia 15 de setembro, a alteração do prazo de validade para a autorização temporária de uso emergencial, em caráter experimental, do imunizante.

Segundo a Anvisa, a aprovação foi baseada em uma criteriosa avaliação dos dados de qualidade dos estudos que demonstrou que a vacina se manteve estável pelo período de seis meses.

No Brasil, a vacina da Janssen está autorizada para uso emergencial desde 31 de março deste ano. A vacina é a única aprovada pela Anvisa em dose única e, quando armazenada entre temperaturas de -25°C e -15°C, possui prazo de validade de 24 meses, a partir da data de fabricação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique por dentro do que acontece em Brasília

Receba atualizações semanais.

Relacionados

GDF convoca profissionais para a atenção primária e combate à dengue

A Secretaria de Saúde convocou, nesta terça-feira (7), mais 40 agentes de…

Polícia faz operação contra suspeitos de fraudar contas de água e energia no DF

Esquema falsificava documentos de imóveis para eliminar dívidas de clientes da Caesb e Neoenergia, segundo investigação

DER entrega trecho entre Itapoã e Planaltina e planeja duplicar a DF-250

Governo do Distrito Federal (GDF) inaugurou a pavimentação nesta terça-feira (7) e agora o trânsito está livre para ônibus escolares e de linhas urbanas, ambulâncias, viaturas de polícia, além de mais de 10 mil motoristas que acessam a via, diariamente